usamos cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.
 
 
o m-v-f- festival, realizado durante dois dias a cada ano, é o local de encontro da comunidade m-v-f- e do público interessado nas representações estéticas da música. apresentando os mais incríveis e inovadores conteúdos audiovisuais do mundo todo, criteriosamente selecionados por um diverso time de curadores dentro e fora do brasil, as atrações incluem exposições, bate-papos com convidados nacionais e estrangeiros, pré estreia e exibição de conteúdos em tela de cinema, instalações imersivas e música ao vivo.

em 2013, primeiro ano do m-v-f-,  a exposição spectacle: the music video ocupou todo o espaço expositivo do mis são paulo, durante um período de 45 dias. complementando a exposição, no dia 19 de janeiro foi realizado um dia de programação com exibição de clipes, painéis com convidados nacionais e internacionais, e premiações para profissionais do mercado, no auditório do museu. o premiado diretor francês alex courtès, o então jovem talento de direção kahlil joseph, a diretora do festival francês protoclip ophélie beaurepaire e os djs acid washed foram as presenças internacionais de peso nesta primeira edição do festival. entre os nomes nacionais, fernando ‘del’ reginato, daniela cucchiarelli, gandja monteiro, mauricio eça, kátia lund, adriano plotzki e rodrigo pitta. no final da programação, foram revelados os prêmios de melhor videoclipe de 2012, nacionais e internacionais, segundo as escolhas do público e do júri formado por jerry casale, seb caudron, kátia lund, alexandre matias, gaía passarelli e ophélie beaurepaire. a programação neste ano ainda contou  exibições de documentários musicais inéditos em três diferentes dias, seguidos de dj sets. entre eles, “n.a.s.a: the spirit of apolo” (syd garon & sam spiegel. usa) e “i’m now: the story of mudhoney” (ryan short & adam pease,usa).