“Proveito”, videoclipe de Zudizilla e Luedji Luna, é lançado na Spcine Play

O Music Video Festival, em parceria com a Spcine e Delicatessen Filmes, lança o videoclipe “Proveito”, de Zudizilla e Luedji Luna, resultado do concurso m-v-f- future talent by spcine 2019, iniciativa que busca e capacita um novo talento do audiovisual dando a oportunidade de dirigir um videoclipe profissional.

No dia 04/02, às 20h, o clipe será exibido em evento gratuito e aberto ao público no Centro Cultural São Paulo – sala Lima Barreto, seguido de bate-papo com os artistas, a vencedora do concurso, Juh Almeida, a diretora tutora, Lua Voigt da Delicatessen Filmes, Malu Andrade, diretora de Desenvolvimento e Políticas Audiovisuais da Spcine, com mediação de Lia Vissotto, do Music Video Festival. Os ingressos poderão ser retirados na bilheteria com 1h de antecedência, e a sala tem capacidade de 99 lugares. 

Além de lançamento no CCSP, o clipe é lançado com exclusividade na plataforma de streaming Spcine Play por 72 horas. No dia 07/02, o clipe será disponibilizado no Youtube de Luedji Luna. 

Assista ao clipe “Proveito” na Spcine Play: https://www.looke.com.br/filmes/luedji-luna-zudizilla-proveito 

“Este foi o quinto clipe realizado através do Music Video Festival, com o objetivo de promover a inserção de novos talentos no mercado. Em quase todas as realizações anteriores, os talentos acabaram sendo absorvidos pelas produtoras parceiras, e daí para outros trabalhos, o que nos mostra que as apostas são genuínas. E isso, para a gente, é o melhor resultado que podemos ter”, diz Lia Vissotto, idealizadora e diretora do Music Video Festival. 

“O apoio da Spcine e a parceria com produtoras com um trabalho de qualidade garantida na área de videoclipes são essenciais para a realização do prêmio, além, é claro, do suporte de artistas que nos confiam suas músicas para a ação. É uma configuração interessante para todos”, complementa Lia.

“O objetivo do concurso foi dar espaço a mais mulheres na direção, uma vez que, pelos dados da Ancine, não passam de 21%. Se olharmos para a publicidade, área da qual os profissionais dos videoclipes vêm, este número é drasticamente menor. Assim, a Spcine cumpre sua missão em fomentar um audiovisual mais plural e diverso”, complementa Malu Andrade.