amarelo – é tudo pra ontem, o grito antirracista de emicida, chega à netflix

Por Duda Leite

uma das melhores estreias da semana no streaming é “amarelo – é tudo pra ontem”, documentário dirigido por fred ouro preto, com idealização de leandro roque de oliveira, mais conhecido como emicida. assista ao trailer:

amarelo usa como ponto de partida o show que emicida fez em 2019 no theatro municipal, em são paulo. a grande sacada do documentário é que fred e emicida quebram todas as convenções sobre shows filmados, e criam na verdade um riquíssimo painel da história – não só da música negra – mas da própria experiência dos negros no brasil, que continuam tendo que lutar por seu lugar, no país que foi o último nas américas a declarar a abolição da escravatura.

o filme consegue momentos emocionantes, ao contextualizar a genealogia da música negra brasileira do samba ao hip hop. passam pela tela de amarelo nomes como clara nunes, donga, os originais do samba, johnny alf, clementina de jesus, wilson das neves, heitor dos prazeres, nelson cavaquinho, jackson do pandeiro entre muitos outros bambas. “amarelo” culmina com a apresentação de emicida no theatro muncipal, que contou com várias participações especiais como mc tha, majur e pabllo vittar, um momento que já pode ser considerado histórico. “amarelo” está disponível pela netflix.