Raissa Fayet lança clipe com bruxaria bilíngue, como parte de trilogia

A cantora, compositora, atriz e ativista Raissa Fayet lançou recentemente “Zoiúda”, primeiro single e clipe sobre conexão com o sagrado da terra, medicina da floresta e cura. O clipe, dirigido por Fernando Moreira, foi gravado na Ilha do Mel (PR) e no Parque Nacional de Vila Velha (PR), e é traduzido em poesia-sinalizada em libras. Mais do que som e imagem, “Zoiúda” é um ritual que mostra muitos personagens místicos e simbolismos.

A artista conta que a inspiração para o clipe vem de um artista que também é uma grande referência para o Music Video Festival. “A maior referência veio com Baloji, um artista do Congo que faz um trabalho audiovisual com uma estética única e sensacional. Produzimos entidades e boa parte do elenco é a comunidade nativa da ilha”, explica Raissa.

Outro ponto interessante do clipe é o fato de ser todo feito em libras, língua brasileira de sinais. “Eu faço toda a canção em libras assim como Rafaela Hoebel (atriz e ativista surda que me apaixonei) e Jonatas Medeiros (tradutor intérprete e ativista), que representou a entidade da semente crioula no clipe. Eles fizeram a tradução da canção em forma de poesia-sinalizada com uma linguagem impecável, criativa e artística comunicando toda essa poética com surdos e ouvintes. Aumentando assim o espectro de comunicação”, completa Raissa.