Lucas Bê traz universo EMO de volta com lançamento do videoclipe de “Objeto”

Com “uma câmera na mão e uma ideia na cabeça” montava-se um filme, de acordo com o cineasta Glauber Rocha. No caso do cantor Lucas Bê, bastou uma caneta esferográfica e os softwares Paint e Windows Movie Maker para criar o videoclipe do single “Objeto”.

A história veio antes da música, e fala de um relacionamento nada recíproco entre um casal. Ele um romântico apaixonado, ela uma mulher cruel que brinca com os sentimentos e o trata como um “objeto”.  A última estrofe, que contém parte do refrão, explica: “…Tô te querendo me machucando, me afogando nos seu desejos, você não mata, você tortura, você abusa que eu te quero, queria ser mais que um objeto, entretanto, tô te querendo. Você me usar é um privilégio, o meu destino é a lata de lixo.” Profundo, né?

A melodia melancólica acompanha o sentimento do personagem principal em ser tratado como um qualquer pela amada. Muita lamúria e sofrimento fazem de “Objeto” um videoclipe viciante que aciona aquele sentimento de “quem nunca?”.

O single é o primeiro lançamento de uma série de outras canções que fazem parte do próximo trabalho de Lucas Bê, um EP a ser lançado em 2018, ainda sem nome.

Por Jessica Di Risio
Em 26 de maio de 2018