João Triska participa de ritual indígena em videoclipe de “Iguassul”

Um reencontro com as raízes… Chega nesta quinta-feira (26), o videoclipe de “Iguassul”, de João Triska. A película foi gravada com a Tribo Fumio durante um ritual de pintura corporal. Ao perceber a necessidade de compartilhar seu orgulho pela força do povo indígena, o cantor João Triska sintetizou seu sentimentos em uma canção. “Iguassul” é o reencontro com a cultura e alma indígenas.

O processo de criação vem após pesquisas e leituras sobre a história do Paraná. “Peguei o violão e joguei pra fora esse sentimento todo que diz em relação a história da terra de onde eu nasci”, conta o músico. O nome da canção vem também dessa pesquisa, na qual o músico descobriu uma grafia antiga do nome do Rio Iguaçu na qual o nome é escrito com ‘ss’ – a ideia de por esse nome na canção foi para “representar a ligação entre o Rio Iguaçu e a América do Sul, essa conexão cultural – que é muito característica dos povos indígenas e o continente latino-americano como um todo”, completa Triska.

Com referências de folk e música eletrônica, a canção torna-se forte e atual, trazendo à tona um  tópico de importante abordagem ao povo brasileiro: o resgate com sua cultura mais profunda, a cultura indígena.

Arnaldo Belloto é responsável pela gravação, edição e direção do vídeo.

Por Jessica Di Risio
Em 26 de abril de 2018